Escola Paulista de Medicina
Postgraduate Program in Pharmacology

Pesquisadores divulgam doença genética pouco conhecida

O grupo brasileiro de hemocromatose hereditária, criado em 2013, faz parte da Haemochromatosis International (HI), idealizada pelo hepatologista e pesquisador francês Pierre Brissot. O criador da rede brasileira é também o atual presidente da HI, Paulo Caleb Santos, professor da Escola Paulista de Medicina da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).“A hemocromatose hereditária tem sintomas muito diversos, como fadiga, dor abdominal, artrite, que podem ser confundidos com outras doenças. Quando não é tratada, pode gerar problemas mais graves, como cirrose hepática, impotência, diabetes e cardiopatias”, disse Santos.  E este grupo não se restringiu apenas aos trabalhos em laboratório e foi a locais estratégicos para orientar sobre a condição, caracterizada pelo excesso de ferro no sangue. O trabalho de divulgação na internet, em bancos de sangue e nas ruas foi apresentado durante a 33ª Reunião Anual da Federação das Sociedades de Biologia Experimental (FeSBE), realizada em Campos do Jordão de 2 a 6 de setembro, com apoio da FAPESP.

Para mais informações  clique aqui

Artigos Relacionados

07 Oct 2021 12:10

Responsáveis: Prof. Dr. Eduardo Alexandrino Servolo de Medeiros, Prof. Dr. Carlos Roberto Veiga [ ... ]

Notícias
29 Nov 2018 11:51

Pesquisadores com apoio da FAPESP vencem prêmio Fleury de Inovação

28 de janeiro [ ... ]

Notícias


© 2013 a 2021 - Universidade Federal de São Paulo - Unifesp
Instituto de Farmacologia e Biologia Molecular - Rua Três de Maio, 100 - Vila Clementino, São Paulo - SP - ppg.farmacologia@unifesp.br